quinta-feira, 6 de junho de 2013

Sou leitor

Sou hoje muito mais do que era ontem. Um caminho sem volta, nunca poderemos ser o que éramos ontem, uma vez vivido o conhecimento, não se pode voltar à ignorância. As experiências vão nos fazendo mais do que éramos antes de vivenciá-las.  Nossas experiências com leitura e escrita ao longo de todos os anos vividos, são responsáveis pelo leitor que somos hoje.
Tive sempre o prazer de conviver com a leitura, uma casa simples, mas que contava mensalmente com as revistas Família Cristã e uma coleção de enciclopédias com dez volumes que eram compartilhadas por quatro meninas (uma escadinha, como dizia minha mãe). Os livros trazidos da biblioteca pelas mais velhas, também acabavam sendo compartilhados, o primeiro que me lembro era o do João Bolinha. Quanta saudade ao, já adulta, encontrar um exemplar dele em uma biblioteca.  
A Biblioteca Municipal era um espaço muito frequentado por mim depois dos nove anos. Já adolescente, os companheiros inseparáveis eram os romances açucarados da Arlequim: Júlia, Bianca, entre tantos outros– cheguei a ler três em um só dia. Tudo isso não poderia dar em outra coisa, dentro das opções possíveis para minha realidade, escolhi o curso de Letras. Quantos clássicos lidos e estudados.
Toda essa vivência de leitura tornaram-me a leitora que sou hoje. Adoro ler e comprar muitos livros. É sempre um prazer compartilhar impressões sobre a leitura de um livro com outros leitores. Como professora, espero poder trazer o encantamento da leitura para meus alunos. Acredito muito que só pode falar sobre o prazer da leitura quem realmente consegue vivenciá-la.